segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Antes quase, do que nada...


Hoje, quando penso em mim e no meu percurso enquanto ser humano ocorrem-me muitas coisas, umas boas outras más, que a memória não soube apagar. Vejo aquilo que quase fui e aquilo que quase sou e chego serenamente, e conformado, a uma conclusão. Antes ser quase um compositor, antes ser quase um bom professor, antes ser quase um ser humano livre, um daqueles que vive pela sua própria consciência, do que estar em vão a pavonear as vaidades supérfluas dos que se acham coisa alguma. Estou, agora com a idade a avançar, a perceber como tudo isto é tão verdade. Não me revejo naqueles que acham que são mais do que quase nada. Pessoalmente acho muito mais compensador ser quase nada do que nada ser. Quase tudo e todos os que me rodeiam assim são, cheios de certezas, glórias e aparentemente “felizes” com a sua prestação cada qual no seu pequeno mundinho. Olho para eles com algum desdém uma vez que o que entendo, do meu infinito e quase nada íntimo, é a inutilidade das suas vidinhas que debaixo da aparência do todo total nada mais são do que nada.

3 comentários:

  1. Quase poderia ser um Micro-Conto este teu texto...sabes é muito curioso porque eu sinto-me como tu...quase alguma coisa e o único problema que tenho é que se chegasse a ser essa coisa...provavelmente iria sentir-me na mesma porque pensaria então noutra coisa qualquer que ainda não era...é curioso todos somos de facto sempre um quase, será esse o segredo da vida... Agora o percurso é uma coisa diferente...e o teu e provavelmente o meu são brilhantes se tivermos em conta todas as tentações e oprtunidades que tivemos para destruírmos o quase. 1 abraço Paulo : Miguel Teixeira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelas tuas palavras Miguel,
      um abraço.

      Eliminar
  2. É um texto bonito! Agora é preciso fazer alguma coisa com essa Nada e não faltam boas missões para qualquer bom insignificante. Como o que não faltam para aí é malta a dormir pensando estar acordado, deixo aqui um link com informação tão útil quanto inquietante, infelizmente bem real. Divulguem por muito nada que possa parecer, será muito importante, há sempre alguém prestes a poder acordar!!!
    Agenda 21, Iclei e redes inteligentes

    ResponderEliminar